5 hábitos de campeões que podemos levar para nossa vida

“A vida é como uma competição de elite. Antes de poder competir, você tem que se qualificar para ela. Só então você pode realmente ganhar”, diz o palestrante motivacional Mike Lipkin, autor de Star Power: How to Be Unstoppable Through the Nine Star Social Values.

Nem todo mundo pode levar para casa uma medalha de ouro, mas todos nós podemos desenvolver a mentalidade de um campeão.

Aqui estão seis hábitos que você pode adotar para ter sucesso:

1. Imagine-se ganhador
Você não tem que ser um atleta para usar o poder de visualização! Mesmo que essa técnica seja usada bastante entre os atletas.

Quem usa bastante isso é o campeão das piscinas Michael Phelps. “Se você pode formar uma imagem mental forte e visualizar-se realizando ela, seu cérebro vai imediatamente encontrar maneiras de chegar lá”, diz Bob Bowman, treinador da equipe olímpica de natação dos EUA.

“Ele cheira o ar, o gosto da água, ouve os sons, vê o relógio”, Bowman diz à Forbes. Phelps também usa a visualização para imaginar-se a partir da perspectiva de um espectador na arquibancada.

2. Sempre buscar melhorar
Vitórias passadas não garantem o sucesso futuro, e os campeões estão sempre operando sob a meta de auto-aperfeiçoamento, independentemente de suas realizações.

“Eu sinto que estou sempre à procura de me aperfeiçoar,” diz a jogadora de futebol Alex Morgan em entrevista à revista Elle. “Estou sempre buscando ganhar. Sou super competitiva.”

3. Mantenha-se focado e positivo
Assim como o resto de nós, campeões enfrentam muita negatividade na forma de crítica, erros e conflitos.

Enquanto algumas pessoas podem deixar a pressão desviar seu foco, atletas de sucesso mantém o foco no prêmio, não importa o quão agressivos possam ser alguns comentários.

4. Faça o que gosta
A jogadora de volei Kerri Walsh Jennings ganhou três medalhas de ouro olímpicas e está indo para sua quarta. Mas para isso fez muitos sacrifícios, como o tempo gasto longe da família e um programa de exercício rigoroso, mas ela sente prazer de trabalhar duro porque ama o jogo.

“Eu amo este esporte com todo meu coração, então a motivação vem muito naturalmente”, disse à Sports Illustrated.

“Com as coisas que você ama, você não precisa de motivação de fora. Isso não significa que é fácil o tempo todo. Estou fazendo isso por uma razão muito clara.”

5. Enfrente as dificuldades
A nadadora norte-americana Missy Franklin gosta de olhar para o fracasso como uma experiência de aprendizagem. Ela ganhou quatro medalhas de ouro durante os Jogos Olímpicos de 2012 em Londres aos 17, mas lesões nas costas diminuiu a série de vitórias.

“Você percebe que não é apenas uma viagem maravilhosa onde tudo é arco-íris e borboletas o tempo todo”, disse Franklin à NBC News. “Há essas fases muito, muito difíceis que você tem que passar.”

Fonte: Inquietaria

Pular para o conteúdo